Madressilvas Destroçadas

22:27 Lauana Buana Fidêncio 0 Comments



As inflorescências esgarçam
as folhas opostas e todo o resto,
daquela matéria de aromas,
destroçam um pouco de mim
e de ti, por supuesto...


Mas, vai longe o tempo das trepadeiras
e outros abraços


Eis o tempo das paredes brancas,
das mensuras assépticas
e do parco requebro das ancas


Sob as cambraias do agora
Nada mais queima como outrora.

0 comentários: