A Dama e o Lenço de Alcobaça III

16:27 Lauana Buana Fidêncio 1 Comments


Então era isso a vida:

Uma dose de conhaque, dois dedos de astúcia, dois cubos de gelo e uma imprecação pavorosa...
Um Marlboro de meia em meia hora, e de quando em vez fugir aos céus pela nesga entreaberta daquela janela...

(Alguém na rua passou assobiando uma cantiga, e há que se desconfiar que uma grande questão continua em aberto...) 

1 comentários:

Velharia disse...

Esse me lembrou o começo da nossa escrita, você colocando o brilho d'ouro em versos incompativeis, mantendo Eu lírico forte. 2012 há de ter um livro seu.