2011

17:16 Lauana Buana Fidêncio 3 Comments

O começo é o ápice da dificuldade
Dois pés diante do abismo.
Dois pés de quem tem vertigem.
E a rima menina???

__ Esqueci lá em casa junto da minha lição de aritmética, poderia até mentir e dizer que o cachorro comeu, mas prefiro a verdade: esqueci a rima mestre...

Esqueci onde fica o Turcomenistão e qual a raiz quadrada de 19.
Esqueci que jurei me lembrar do modo como o sol se punha lá no brejo.
Esqueci que aprendi francês e bons modos: La vache, mon frère!!

Esqueci de esquecer de esquecer de esquecer
__ O quê???

Esqueci...

Preparei um poema como rendas e trigo
E o perdi no meu alforje de camponesa

Entrei aqui sem nada, de mãos vazias e totalmente desmaquilada
__ Ai de mim o ai de mim que nunca resultou em nada mais que ais mesmo...

O ano será numerologicamente auspicioso?
O ano será de carteira assinada
O ano cegará do poeta o fígado ou a derradeira esperança?

__O fígado arregará de uma forma ou de outra, ali de conluio com os rins fracassados.
Já a esperança, há há há, essa não morre até que morras no silêncio que virá após o último ponto postado após tua última palavra!

Palavra que assim será e é...

(Pois bem, pagamos pra ver. E ver de camarote!!)

3 comentários:

Velharia disse...

Lembrei de 2005. Os versos na cor de ouro enferrujado que Lauana fez, num eu lírico longe de ser uma menininha, cadê seu livro pra mim fazer correção?

Lady Salieri disse...

Ainda que de carteira assinada, sigo buscando esse ano mercadorias no mercado negro.

Agora vc vê se aparecee!

blastingcap disse...

Melhor site,todos os produtos a 10$...ipod, iphone....

Como fazer: http://sacatugabc.blogspot.com/