Das pequenas tragédias pessoias II

19:50 Lauana Buana Fidêncio 1 Comments

Ainda olho pela janela sempre que posso
Os olhos é que não olham mais como antes
Os olhos turvaram-se meu caro.
          
Os olhos são a vanguarda da carne,
A carne é que vai se adaptando
Au tour de
Até que não possa mais distender-se
E apodrece...

O olhos são as candeias da alma!!
___ Foi o que muitos disseram.

1 comentários:

Tatiares disse...

Bravo ! Mes salutations distinguées.